domingo, março 4

crimes bárbaros ao longo dos séculos...

aqui vemos um caso veridico de crimes cometidos por Mary Braid, na Escócia, no início do século XIX: incesto com seu irmão ("unnatural crime") e o assassinato de seu proprio filho, um bebê, jogado no Union Canal, com uma pedra amarrada em seu pescoço. caso mui parecido (e com final feliz) ocorreu ano passado na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas.

o que prova que os crimes brutais não são coisa de nosso tempo e muito menos de nossa sociedade, singularmente falando.

eu digo que tipografia é cultura uma vez que esta pérola aqui foi recolhida em minhas pesquisas sobre vinhetas e "woodcuts" escoceses nos jornais mui mal impressos naquele país das ilhas britânicas, século retrasado. aliás o que mais vemos nestes jornais são crimes e enforcamentos exemplares, o que mostra que jornais como os nossos, sensacionalistas, já eram do gosto do publico. a ressalva fica por conta de que, em virtude do plausivel analfabetismo do cidadão médio escocês de duzentos anos atrás, fico pensando que quem devorava estas páginas era mesmo a elite do país.

esta pesquisa está gerando uma coleção de fontes, cuja primeira já publicada é Scottish Vignetes, que voce pode conferir aqui.

Um comentário:

Poverello disse...

Hola, excelente orden, me gusta tu blog. Pido disculpas, pero te usé una foto que estaba colgada ("publicidade e tudo").
Saludos, desde Resistencia-Argentina!